quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O TELEMARKETING E A MERDA

Recentemente tenho sido bastante importunada por ligações telefônicas de telemarketing.
Há alguns anos cadastrei meu celular no PROCON e na ANATEL para não receber mais esse tipo de telefonema, mas de alguma forma alguns telemarketeiros teimam em dizer que não sabiam disso e após explanações extremamente desagradáveis sobre seus produtos, insistências megaloblásticas sobre assuntos os quais não temos nenhum interesse, me pedem desculpas e juram de pés juntos (pelo menos me dá a impressão) que nunca mais retornarão a ligar. O nunca mais deles dura quase uma semana, muitas vezes nem isso, mas é um nunca mais que para mim soa como um período de felicidade e tranquilidade imensas. Alegria logo ceifada por um novo telefonema driblando leis vigentes e quebrando protocolos. Claro que impunemente.
Os telemarketeiros só podem ser enviados do demônio ou da própria morte, porque com o poder que eles têm de nos estressar, vão abreviando minutos preiosos de nossas vidas, com certeza fechando lentamente nossas coronárias ou dilatando algum vaso cerebral que explodirá num futuro toque de telefone.
Hoje, especialmente, durante o jantar em casa, estávamos lembrando deste assunto visto que esta semana foi campeã de telefonemas desnecessários. 
Lembramos como meu tio lidava com este problema, dizendo "você é a fulana da empresa tal???, puxa, que bom que você ligou, eu precisava mesmo falar com alguém...", e destilava toda uma problemática familiar, ameaçando tomar calmantes em excesso e desligando após infinitos momentos, fazendo a mocinha do outro lado da linha prometer que ligaria novamente para saber de sua saúde, o que obviamente nunca acontecia. Meu tio conseguia surtir o efeito desejado de ter seu nome retirado das listas de possíveis compradores, mesmo que para isso simulasse ser um maluco de pedra. Bom, a gente achava que ele estava simulando... Vai saber...
Eu já não tenho esse dom. Quando me ligam, imediatamente, sinto meu sangue ferver e não preciso de muita conversa para elevar a voz e meus batimentos cardíacos. Para me tirar do sério bastam alguns minutos de telemarketing contra a lei, como o que é feito quando algum desses babacas me liga no celular.
Semana passada enfrentei um problema com uma telemarketeira da Porto Seguro que insistia no fato de eu ter um perfil compatível para adquirir o seguro que ela queria me vender. Cara, eu falei mil vezes que não queria e que ela não podia - por lei - me ligar no celular. Mas ela não entendeu, ligou muitas vezes, até eu perder totalmente a paciência e alardear nos meios de comunicação cabíveis sobre o problema. Só assim, recebi um email da Porto Seguro me prometendo que ninguém mais me ligaria para fazer propaganda, o que estão cumprindo, pelo menos até agora.
E eles sempre acertam a hora em que você menos pode atender para efetuar estes disparos na sua saúde.
Ontem por exemplo, ligaram para o meu pai. Numa hora em que ele obviamente não podia atender. Meu pai estava em casa, resolvendo mil problemas, contas a pagar, pendências diversas, quando pelo milhonésima vez ligaram os telemarketeiros do Filtros Europa. O cara, com o discurso pronto, todo decoradinho, insistia em tentar vender um filtro ao meu pai, mesmo sabendo que já temos um filtro destes em casa e que não necessitamos em absoluto de mais outro igual. Depois de várias negativas de meu pai, ainda mantendo a calma, o cara pergunta "mas o que é que o Sr. faz para purificar a água na sua casa?". No que o meu pai, sem a mínima hesitação respondeu com a voz muito calma "ah! eu coloco merda!". E o cara meio desconcertado, na necessidade de dizer algo, logo remendou "mas isso deve fazer mal meu senhor... e a Filtros Europa se preocupa com a saúde da sua família". E o meu pai sem perder a postura, com toda elegância do mundo, levou mais de 10 minutos para expllicar ao rapaz que colocava sim merda na água e que isso deveria sim fazer muito bem à saúde porque ninguém aqui ficava doente.
Muito resignado o cara ouviu toda a explicação e ouviu também meu pai rebater todos os seus argumentos, defendendo ferrenhamente a colocação de merda purificadora na água da nossa casa. 
E fiquei pensando... se mantivermos a calma, podemos nos divertir imensamente com telemarketing. Imagina: não sabemos quando vão ligar e nem por que. Uma atividade que nos pegará, na totalidade das vezes, de surpresa, nos obrigando a exercer nossa habilidade no mundo do improviso. 
É uma fonte inesgotável de boas risadas! Quase igual ao meu cadastro no site de relacionamentos virtuais! Há!
Vou tirar o meu telefone do serviço anti-telemarketing do PROCON! Dependendo do ângulo em que observamos, a diversão pode estar garantida!

2 comentários:

  1. Um amigo meu disse que recebeu uma ligação da American Express oferecendo seu produto e ele disse,
    -Que bom!! acabei de sair da cadeia e vou querer um cartão sim
    a atendente respondeu:
    -como???
    Ele disse:
    -cadeia, acabei de sair da cadeia e estou sem dinheiro, vou querer fazer o cartão sim.
    A atendente respondeu:
    -OK ligamos daqui a pouco par fazer seu cadastro.

    Nunca mais ligaram da american Express...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima Zigue!! rs
      Vou tentar essa da próxima vez :)

      Excluir